Otites são problemas de pele?

Otites-1As otites são inflamações que ocorrem nas orelhas dos nossos pacientes. Os sintomas envolvem vermelhidão, coceira, mau cheiro, secreções (coleções) e dor, e existe uma grande gama de causas e fatores para que elas se manifestem nos nossos animais. Porém, mesmo que pareçam ser tratadas adequadamente, eu ouço todos os dias os seguinte relatos:

“ela tem otites desde pequena

“eu trato, trato, mas sempre volta!

“ele tem mau cheiro nas orelhas e não adianta limpar

“eu já usei todos os produtos para orelhas que existe nos petshops, nada adiantou 100%”

“ela sacode muito, parece que tem algo lá dentro”

Entre outros tantos comentários das famílias que já não aguentam mais conviver com essa situação.

Depois de tanto ouvir estes relatos dos meus clientes, eu sempre penso ou falo a mesma coisa: 

“Otites não devem ser tratadas como otites!”

Como assim? 

Acontece que OTITE não é um diagnóstico isolado, e sim parte de um complexo que deve ser levado em conta no momento do diagnóstico, fazendo parte de doenças que também podem acontecer no corpo. Ou seja: aquilo que acontece no corpo também pode acontecer nas orelhas! Se tratarmos uma otite isoladamente, sem levarmos em consideração o todo, obviamente teremos recorrência de novas inflamações, e tudo voltará novamente. Mas por que? Porque a CAUSA não foi investigada e tratada! Um remédio para orelhas trata apenas a CONSEQUÊNCIA (sintomas), mas se não buscarmos e tratarmos a raiz do problema, não teremos sucesso.

Mas a otite é um problema de pele? O que tem a ver o profissional que trabalha com dermatologia com as otites dos meus animais? 

As orelhas são compostas basicamente por PELE, e diversas doenças que ocorrem no corpo costumam afetar as orelhas também. Por isto, o Médico Veterinário que trabalha com dermatologia é o profissional mais indicado para garantir a saúde das orelhas dos animais.

E quais são as causas e fatores que fazem com que nossos pets tenham otites?

Bom, é um assunto longo e complexo. Vou resumir de forma bem simplificada para que tutores possam ter as informações importantes:

O primeiro passo é entender o que é uma orelha (ouvido) saudável, conforme a sua anatomia e aspectos fisiológicos, e saber diferenciar as principais doenças. Isso se faz com muito estudo e observação, e é por isso que me qualifiquei com a residência em clínica médica de animais de companhia (MEC – UFPel), na pós graduação em dermatologia  veterinária (Anhembi Morumbi – SP) e com o curso VetWork de otologia (Equalis – SP – clique para ver a matéria) que reuniu os principais nomes da dermatologia Brasileira para falar só de orelhas! E não pretendemos parar de estudar!

Depois, é necessário fazer uma grande anamnese do paciente, levando em consideração todos os detalhes individualmente, respeitando todas as queixas da família.

A seguir, classificar qual o TIPO de otite que o nosso paciente tem: Externa, Média e Interna (conforme a sua “profundidade”). Na minha rotina, a maior parte dos casos são otites externas.

Mas, e então, quais as causas das otites externas?

Para responder isso, o seu médico veterinário precisa levar em consideração a seguinte abordagem: Descobrir qual a causa primária, fatores predisponentes e fatores perpetuantes. Isto está bem explicado aqui (clicar para ler), caso você tenha interesse! Tenho certeza que vai gostar caso o seu pet sofra com este problema!

E como posso ter sucesso no tratamento das orelhas dos meus pets?

Finalmente, após fazer um longo estudo do histórico e entendendo a origem (raiz) de todo o problema, é que vamos enxergar quais os melhores tratamentos possíveis e ter sucesso terapêutico. Lembre, na minha opinião: “nunca tratar otites como otites”. Sempre buscar qual a origem do problema. Acredite, isso é muito complexo e não cabe em um post. O que fiz aqui foi um resumo para famílias entenderem como funciona todo o processo. Pessoalmente eu posso te explicar melhor avaliando o teu pet!

Gostou do artigo e tem interesse em conversar sobre problemas de orelhas em animais? me envie uma mensagem! (link para o WhatsApp clicando AQUI). Vai ser um prazer conversar contigo.

Um abraço!

M.V. Felipe Cunha
CRMV RS 13750
Atendimento especializado em Dermatologia Veterinária nas cidades de Pelotas , Rio Grande e região sul.
Pós graduado em dermatologia veterinária (Anhembi Morumbi – São Paulo)
Especialista em clínica médica de animais de companhia (MEC – UFPel).

 

53 – 991071204 (WhatsApp)
Instagram: @felipedermatovet
Facebook: Felipe Cunha Dermatologia Veterinária

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s